Projeto MAN – Combate e prevenção à violência contra a mulher

Programa Flor de Liz – Projeto MAN – MASCULINIDADES AMPLIANDO A NATUREZA – A violência contra a mulher está na pauta do programa Simples Assim mais uma vez. Fomos a Tabapuã, município da região noroeste do Estado de São Paulo, onde o Ministério Público e o Judiciário uniram forças com outros entes públicos e autoridades para combater e prevenir a violência contra a mulher. O trabalho é amplo e envolve ainda os grupos reflexivos, o Projeto MAN, onde os agressores são atendidos por especialistas e conduzidos a rever comportamentos em prol de uma vida mais harmônica e pacífica. Entrevistamos a promotora Bruna Muniz e a juíza Patrícia da Conceição Santos e o conteúdo você confere neste quadro do Simples Assim, que abraça a causa e procura levar a todos os lugares possíveis este programa tão importante e que pode, e deve, ser multiplicado em outras cidades. Como bem disse a dra. Patrícia, “precisamos romper a barreira do silêncio”. Quem se omite em casos de violência, se torna cúmplice dos crimes. Vamos todos nos unir nesta causa? Bora lá…

PROJETO MAN – MASCULINIDADES AMPLIANDO A NATUREZA
O Projeto nasceu no ano de 2019, no município de São José do Rio Preto, diante da necessidade em ampliar olhares, acessos, acolhimento e entendimentos sobre o comportamento masculino diante de situações extremas de violência doméstica e intrafamiliar.
Destinado ao homem comprometido com a situações de violência, a função principal do Projeto é objetivar sua restauração cognitiva e comportamental, graus de consciência e preparo sobre contextos relacionais, familiares e conjugais.
Busca, além de tudo, a atualização desse homem e de sua masculinidade, ao conceito de igualdade de gênero, para o século 21. São os homens possíveis para uma sociedade mais justa, igualitária e não violenta em suas relações humanas.
A relação do homem com sua masculinidade é um dos maiores desafios deste século. O diálogo dele com ele mesmo e com a sociedade, constitui um novo marco social sobre a qualidade das relações humanas: o pilar para combatermos juntos a violência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *